Para quem pensa cometer um suicídio sem dor, alertamos que o suicida não o fará sem dor, muita dor.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Estatística Braseleira - Gazeta do Sul

Casos de suicídio crescem 17,1% em dez anos
Brasília – Embora com números pouco expressivos no cenário internacional, os casos de suicídio no Brasil cresceram 17,1% no período analisado pela pesquisa do Instituto Sangari. Foi o maior aumento registrado entre as causas de morte por violência – que compreendem também acidentes de trânsito e homicídio. Em 1998, foram contabilizados 6.985 óbitos. Dez anos depois, o número passou para 9.328. A exemplo de outras formas de violência, o aumento foi constatado sobretudo em cidades do interior do Nordeste e entre grupo masculino – nos Estados, 79,1% dos suicidas são homens.
No Nordeste, a taxa de suicídio aumentou 80,1% no período analisado. O segundo maior crescimento foi apresentado pelo Centro-Oeste, com elevação de 31,1% nas taxas de morte. O fenômeno na região é atribuído sobretudo às mortes provocadas entre população indígena. Para se ter ideia, em 2008 foram registrados 100 suicídios de índios.
Apesar do aumento registrado no Nordeste, Rio Grande do Sul segue como o Estado com maior registros de suicídios no País. A taxa em 2008 era de 10,7 por 100 mil habitantes – um número considerado expressivo. (AE)